Escravidão Alimentar

17 03 2009

Hoje morre muito mais pessoas por obesidade do que por fome. Isso é um fato! A facilidade de conseguir “alimentos”, e numa quantidade muito maior interferiu drásticamente no nosso modo de vida. Ingerimos muito mais calorias do que gastamos.

Agora vem a pergunta: Quem é que poderia ganhar dinheiro deixando as pessoas mais gordas? A resposta é simples todos: as corporações de alimentos, de remédios, nutricionistas, personal trainners, médicos, etc. A idéia é simples mas super lucrativa vendemos alimentos baratos e muito calóricos onde ganhamos dinheiro pela quantidade que a pessoa ingere e depois a outra parte ganha vendendo produtos que para emagrecer que “nunca” funcionam. Isso se chama “Escravidão Alimentar”.
Décadas passadas as pessoas não tinha uma vida tão “fácil” (sedentária) como a nossa, conseguir alimento era mais difícil, as pessoas geralmente trabalhavam no campo onde não havia tratores e se usava enxadas, algo totalmente manual um grande esforço físico, um trabalho altamente braçal para comer o almoço do dia. Isso fazia as pessoas terem uma saúde física muito melhor (não é atoa que consegue se achar descendentes de escravos com mais de 80 anos totalmente lúcidos), porém sua vida era mais cansada e difícil, isso não significava que eles eram infelizes, muito pelo contrário.
Assim se comia pouco, mas se comia bem, os alimentos não eram industrializados e cheios de porcarias. Agora vejamos a nossa situação: comida a vontade, sim apesar de muitas pessoas acharem que os alimentos estão caros, hoje vende-se x-burgers por R$ 0,99 em muitos fast-foods espalhados por ai. Rodízios e buffets fazem a alegria geral dos gulosos do plantão. O “coma o quanto puder” faz as pessoas voltarem aos seus estados primitivos comendo como um animal, se esquecendo que amanhã ainda vai ter alimentos, não é mais necessário acumular gorduras para dias de fome. Você pode perceber como o tamanho do prato foi se aumentando com o tempo, agente sempre quer mais e mais como se aquilo fosse a última refeição da vida.
Outro ponto a analizar é que apesar de comer como um louco ainda há fome (vontade de comer) isso é causado por causa dos nossos olhos que enquanto ver comida acha que ela deve entrar pela boca, quem é que após comer algo, vê aquele outro prato lindo que parece ser uma delícia e não arrisca um “segundo” tempo? Isso é usado massivamente pelas “grandes corporações”, o Markenting Alimentar, onde se percebeu que dá para você fazer uma pessoa comer muito mais do que ela precisa pela aparência do um outro alimento qualquer, usa-se cores, efeitos psicológicos e a simples questão: está ali é só comer! 😉 (sem saber estamos sendo manipulados). Um pacote de Cheetos por exemplo, quantas calorias tem aquilo! Porém você consegue comer muitos pacotes, é muito saboroso (gorduras) e apesar de ter muitas calorias você não consegue matar a fome com ele.
Aí esta outra grande jogada na qual estamos participando: dar alimentos que engordem as pessoas, mas que não acabe com a fome delas! Quem é que pensou nisso? Não preciso responder. Somos escravos dessa alimentação barata e nociva para o nosso organismo. Pode ter certeza que alguém ganha muito dinheiro com isso. O sistema é “alimentado” pela nossa alienação, somos manipulados e nem percebemos isso! É hora de abrir a nossa mente para esse fato. Ele nos deixam doentes e depois vendem uma “cura” que não vai funcionar, e quem disse que era para funcionar! Agora porque eu disse que antigamente as pessoas tinha uma vida muito mais feliz? Simples, as pessoas não se preocupavam com o peso, não tinham tantas doenças como as de agora, era muito mais difícil as pessoas terem algum tipo de depressão!

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: